Calorímetro Diferencial de Varredura (DSC) / Análise Térmica Diferencial (DTA)

Devido à versatilidade e alta significância das saídas analíticas, o calorímetro diferencial por varredura (DSC) é o método mais frequentemente empregado para análises térmicas.

Pode ser usado para investigar uma grande variedade de materiais:

  • Sólidos Compactos (granulados, componentes, moldes, etc.) assim como plásticos, borrachas, resinas ou outros materiais orgânicos, cerâmicas, vidros, compósitos, metais e materiais de construção
  • Pós como fármacos ou minerais
  • Fibras, tecidos
  • Amostras viscosas como pastas, cremes ou gel
  • Líquidos

Informações Típicas que Podem Ser Derivadas de Medições do DSC:

  • Temperaturas características (fusão, cristalização, transições polimórficas, reações, transição vítrea)
  • Fusão, cristalização, transformação e aquecimento de reação (entalpia)
  • Cristalinização de substâncias semi-cristalinas
  • Decomposição, estabilidade térmica
  • Estabilidade Oxidativa (OIT – Tempo de Indução Oxidativa, OOT – Temperatura de Começo de Oxidação)
  • Grau de cura em resinas, adesivos, etc.
  • Puridade Eutética
  • Calor Específico (cp)
  • Compatibilidade entre componentes
  • Influencia do envelhecimento
  • Distribuição do peso molecular (forma de pico para polímeros)
  • Impacto de aditivos, amaciantes ou misturadores de granulados (para materiais poliméricos)

Qual é a Diferença Entre DSC e DTA?

Todos os calorímetros diferenciais de varredura discutidos aqui operam baseados nos respectivos padrões, bem como as especificações de materiais de teste e aplicações, incluindo ISO 113587, ASTM E968, ASTM E793, ASTM D3895, ASTM D3417, ASTM D3418, DIN 51004, DIN 51007 e DIN 53765.

Todos os instrumentos DSC NETZSCH trabalham de acordo com o princípio do fluxo de calor e, têm como características, alta sensitividade de detecção e longa vida útil – condições ideais para aplicações bem sucedidas para pesquisa e academia, desenvolvimento de materiais e controle de qualidade.

Princípio Funcional de um Fluxo de Calor DSC 

 

 

Nós oferecemos vários modelos de DSC, cobrindo uma ampla faixa de temperatura de -180°C à 1750°C:

  • O DSC 404 F1 Pegasus® e DSC 404 F3 Pegasus® são duas versões para a precisa determinação de calor específico e calor efetivo, particularmente na faixa de alta temperatura.
  • O DSC 204 F1 Phoenix® é equipamento Premium para a faixa de temperatura de -180°C à 700°C. Isto une excelente performance e alta flexibilidade. Acoplado a um complemento UV (Photo-DSC 204 F1 Phoenix®), permite monitoramentos de luz induzida de cura, por exemplo, tintas, adesivos e resinas.
  • Com o DSC 204 HP Phoenix®, medições em um incremento de pressão podem ser efetuadas (até máx. 150 bar).
  • O DSC 214 Polyma é completamente um novo conceito. Projetado para a caracterização de materiais poliméricos, sua abordagem integral consiste, não somente do instrumento DSC por si só, mas também incorporar a inteira cadeia de processos analíticos desde a preparação de amostras até a avaliação.