Biomassa

A biomassa é matéria vegetal ou animal, que pode ser convertida em uma fonte de energia . Biomassa inclui árvores de fazendas, culturas agrícolas, restos florestais, sobras de madeira municipais, resíduos animais, fibras e qualquer coisa orgânica que esteja disponível em uma base recorrente ou renovável. A biomassa é convertida em energia por queima, pirólise, gaseificação, digestão anaeróbica, ou por fermentação. A biomassa pode ser transformada em outras formas utilizáveis de energia, tais como o gás metano ou biocombustíveis, como o bioetanol e o biodiesel. Materiais de biomassa principais incluem pellets de madeira, cana-de-açúcar, palha de milho, gramíneas, tais como switchgrass e miscanthus (capim-elefante), pelotas de beterraba, e até mesmo algas, que são convertidas em bioetanol.

NETZSCH oferece uma variedade de instrumentos de análise térmica para a caracterização de materiais de biomassa. Os instrumentos STA (DSC- TGA simultâneos) e TGA fornecem informações sobre o comportamento de variação da massa durante a combustão e pirólise, bem como sobre a umidade e teor de cinzas. O sinal DSC - proveniente do STA, permite o acompanhamento de liberação de energia e determinação da taxa de reação. NETZSCH oferece vários fornos de alta temperatura para o STA, além de um forno de alta velocidade único, capaz de aquecimento à taxas de até 1000 K / min, muito necessário para ensaios de combustão rápida e de pirólise, como a criação de biocarvão. Instrumentos NETZSCH STA e TGA são estanques ao vácuo e são capazes de serem acoplados ao FT-IR, QMS, e GC- MS para análises de composição, altamente precisas, dos gases desprendidos pela amostra. A condutividade térmica de biocarvão, por exemplo, pode ser determinada utilizando-se o DSC NETZSCH de alta temperatura ou STA e LFA (laser / Analisadores por Flash de Luz).

DSC 404 F1 Pegasus® – DSC de Alta Temperatura

O NETZSCH DSC 404 F1 Pegasus®, Calorímetro Exploratório Diferencial de Alta Temperatura, permite a determinação do calor específico e dos efeitos calóricos em uma ampla faixa de temperatura com marcante confiabilidade, melhor resolução e precisão. O grande design para manter o vácuo, vários fornos e sensores, facilmente permutáveis pelo usuário, faz do DSC 404 F1 Pegasus® a ferramenta ideal para experimentos com DSC para o mais elevado nível de pesquisa nas universidades e projetos de desenvolvimento no setor industrial.

QMS 403/5 SKIMMER – Sistema de Acoplamento

Mais alta sensitividade de detecção através do acoplamento direto do STA 409 CD com o espectrômetro de massas quadrupolar (QMS).

QMS 403 Aëolos® Quadro - Espectrômetro de Massas Quadrupolar

O QMS 403 Aëolos® Quadro é um espectrômetro de massas bem compacto com um sistema de capilar aquecido embutido, especialmente desenvolvido para análises de rotina de produtos que apresentam decomposição volátil na análise térmica.

Acoplamento GC-MS

A NETZSCH, em colaboração com a JAS (Joint Analytical Systems), desenvolveu grandes melhorias em análise de gases desprendidos (EGA – Evolved Gas Analysis). Gases provenientes de um TGA/STA são guiados diretamente para dentro do loop da amostra no porta válvula do GC (gas chromatography system) por meio de uma linha de transferência aquecida. Via injetor, as substâncias chegam à coluna do GC, onde são separadas e então analisadas por meio de um detector seletivo de massa. O novo sistema de acoplamento se difere dos demais pelo fato de o início das medições ser determinado por eventos. Isso permite a detecção de temperaturas correlacionadas à liberação das substâncias, o que de fato permite uma correlação direta com as etapas de perda de massa.

TG 209 F1 Libra®

Flexibilidade com os acessórios deste instrumento prêmio para termogravimetria, permite cobrir praticamente qualquer aplicação imaginável na faixa de temperatura até 1100°C. O sistema tem muitas características marcantes: função BeFlat® permite imediata medição ao se ligar o aparelho, as taxas de aquecimento do sistema (até 200 K/min) permitem resultados mais rápidos, enquanto o seu forno cerâmico, resistente à corrosão, resiste tanto ao flúor como ao cloro, que estão dentro da composição de polímeros, função c-DTA® para a detecção de reações exotérmicas e endotérmicas.

FT-IR – Acoplamento com Espectrometro Infravermelho por Transformada de Fourier

Vários sistemas distintos de Análises Térmicas podem ser acoplados ao FT-IR, o que tem se comprovado ser muito eficiente, especialmente no campo orgânico.

STA 449 F1 Jupiter®

Com a introdução do STA 449 F1 Jupiter®, a NETZSCH está estabelecendo novos padrões. Flexibilidade de configuração ilimitada e desempenho inigualável são as bases para uma grande variedade de possibilidades de aplicação nas áreas de cerâmica, metais, plásticos e compósitos sobre a ampla faixa de temperatura (-150 ° C ... 2400 ° C).

PERSEUS® STA 449 F1/F3 - A Revolução no Acoplamento STA-FT-IR

O PERSEUS® STA 449 F1/F3 é uma aliança sem precedentes entre dois instrumentos bem-sucedidos: o STA 449 F1/F3 Jupiter® da NETZSCH e espectrômetro FT-IR da Bruker Optics. Seu design é sem precedentes e constitui uma referência para os sistemas do estado-da-arte de acoplamento.