Dolomita — Decomposição térmica

Os degraus da perda de massa durante a decomposição térmica da dolomita [CaMg(CO3)2] se sobrepõem quando a medição é realizada em atmosfera de nitrogênio. Usando CO2 como gás de purga, as perdas de massa podem ser claramente separadas. O sinal calculado DTA (c-DTA®), adicionalmente, proporciona a informação de que ambos os efeitos são endotérmicos. (medição com TG 209 F1 Libra®)


TG 209 F1 Libra®

Flexibilidade com os acessórios deste instrumento prêmio para termogravimetria, permite cobrir praticamente qualquer aplicação imaginável na faixa de temperatura até 1100°C. O sistema tem muitas características marcantes: função BeFlat® permite imediata medição ao se ligar o aparelho, as taxas de aquecimento do sistema (até 200 K/min) permitem resultados mais rápidos, enquanto o seu forno cerâmico, resistente à corrosão, resiste tanto ao flúor como ao cloro, que estão dentro da composição de polímeros, função c-DTA® para a detecção de reações exotérmicas e endotérmicas.

TG 209 F3 Tarsus®

Este instrumento para termogravimetria de fácil operação foi desenvolvido especialmente para aplicações de rotina no campo de plásticos, mas também encontra aplicação na indústria química. Com um intervalo de até 1000°C, é a unidade ideal de início de trabalho e oferece o patenteado c-DTA® para a detecção de reações exotérmicas e endotérmicas com DSC.