Matéria Prima de Porcelana — Degraus de Perda de Massa

Esta medida STA, de matéria-prima de porcelana, mostra três etapas de perda de massa. Abaixo de aprox. 250 ° C, ocorreu a evaporação da humidade. À temperaturas entre 250 ° C e 450 ° C, foi observada a queima do teor orgânico, durante a qual 156 J / g de energia foi liberada. A desidratação de caulin ocorreu acima de 450 ° C e utilizou 262  J / g. Os sinais de espectrômetro de massa para números de massa atômica 18 e 44, refletem a liberação correspondente de H2O e CO2 respectivamente. O pico exotérmico no DSC à 1006 ° C com uma entalpia de -56 J / g, é devido a uma transição sólido-sólido. (medição com STA 449 F3 Jupiter®)

STA 449 F3 Jupiter®

O STA 449 F3 Jupiter® combina as vantagens de uma termobalança de alta sensitividade com um verdadeiro calorímetro exploratório diferencial. Vários fornos e sensores para TG, TGA-DTA e TGA-DSC podem ser utilizados, mediante o qual o sistema pode ser facilmente otimizado para aplicações dos mais diversos tipos de uma maneira bem versátil.