Análise-Termomecânica (TMA)

Vários materiais passam por mudanças termomecânicas durante aquecimento ou resfriamento. Por exemplo, mudança de fase, processo de sinterização ou amolecimento, podem ocorrer por causa da expansão térmica. O TMA pode determinar importantes aspectos da composição, estrutura, condição de produção ou possíveis aplicações para diferentes materiais. A faixa de aplicação dos instrumentos de análises termomecânicas vai do controle de qualidade até a pesquisa e desenvolvimento. Comumente encontramos o TMA nas indústrias de plástico e elastômeros, tintas e corantes, compósitos, adesivos, fibras e películas, cerâmicas, vidro e metais.

Análise Ternomecânica (TMA) determina mudanças dimensionais de sólidos, líquidos ou de materiais pastosos em função da temperatura e/ou tempo submetido a uma força mecânica definida (DIN 51 005, ASTM E831, ASTM D696, ASTM D3386, ISO 11359 – Parte 1 até 3). É fortemente relacionado com Dilatometria (dilatômetro vertical), que determina mudanças de comprimento de uma amostra submetida a uma força desprezível (e.g. DIN 51 045).

TMA 402 F1/F3 Hyperion® - Analizador-Termomecânico

O que diferencia o TMA 402 F1/F3 Hyperion® é o seu conceito modular de troca de fornos para cobrir temperaturas de -150°C a 1550°C que é compatível com outros instrumentos da NETZSCH. Um grande número de suporte de amostras e ajustes são possíveis. O TMA 402 F1/F3 Hyperion® pode operar em uma grande faixa de forças, sem aumentar o peso, programação digital de -3 N até 3 N.