Photo-DSC 204 F1 Phoenix® – Fotocalorímetro Diferencial

Photo-DSC 204 F1 Phoenix® – Fotocalorímetro Diferencial

Para cura UV e muito mais

A principal vantagem dos sistemas de foto-cura é o seu rápido tempo de reação. Soluções de monômero que são, na sua maioria, livres de solventes podem ser curadas dentro de apenas alguns segundos e já em baixas temperaturas. Uma combinação de reações de cura térmica e por luz é muitas vezes aplicada aos adesivos de cura dupla ou tintas.

O Photo-DSC 204 F1 Phoenix® da NETZSCH, Fotocalorímetro Diferencial, trabalha na faixa de temperatura de -100 ° C até 200 ° C. O instrumento de Fotocalorimetria Diferencial possui uma célula de medição à gás e o controle do gás de purga é regulado por um controlador de fluxo de massa (MFC).

Para o nosso Photo-DSC 204 F1 Phoenix®, sistema de Fotocalorimetria Diferencial, a maioria das indústrias ou laboratórios que fornecem lâmpadas catiônicas e sistemas para cura, podem ser utilizadas.

Para adesivos, recomendamos a lâmpada de mercúrio DELOLUX04 de alta pressão (315-500 nm), que pode facilmente ser acionada através do software Proteus®.

Para as tintas em geral, recomendamos que o Photo-DSC (Fotocalorimetria Diferencial) seja equipado com uma lâmpada S2000 OmniCure®. Os parâmetros de medição (por exemplo, o tempo e intensidade da exposição) podem ser programados e controlados por segmento através do software Proteus®.
A intensidade luminosa da lâmpada de mercúrio de alta pressão pode ser calibrada com o Radiômetro R2000.

O dispositivo automático de elevação da tampa do DSC 204 F1 Phoenix®, Fotocalorímetro Diferencial, garante uma distância definida entre os dois condutores de luz e a amostra / referência.

Isto faz com que se alcance alta reprodutibilidade dos resultados de medição.
Para as análises normais de DSC superior a 200 ° C, é possível se fazer um ajuste do dispositivo de levantamento da tampa para uso padrão, ou também pode ser utilizada, sem problemas, uma tampa manual.

É recomendado, para alta rotatividade de amostras ou para medições repetidas, o uso de nosso Trocador Automático de Amostras (ASC) para até 192 amostras.

Mais sobre o Princípio Funcional de um Fluxo de Calor DSC


Dados Técnicos

Dados Técnicos

(sujeito a alterações)

  • Temperatura:
    -100 ° C to 200 ° C
  • Cadinhos:
    Alumínio aberto
  • Recomendados Tipo de Lâmpadas Hg Recomendadas:
    • DELOLUX 04
    • OmniCure® S 2000
  • Potência Máxima:
    • 9.9 W/cm2
    • 10 W/cm2
  • Faixa de Comprimento de Onda:
    • 280/315 nm à 500 nm*
    • 280/320 nm à 500 nm*
      *) Variável e extensível
      com vários filtros
  • Tempo de Irradiação:
    • 0.1 s até 1000
    • 0.2 s até 1000 s
  • Diâmetro do Orifício Existente:
    • 8 mm, 4 mm, 2 mm
    • 8 mm, 4 mm, 2 mm
  • Durabilidade (lâmpada):
    • 1500 h
    • 2000 h

Software

Software

O Photo-DSC 204 F1 Phoenix® é executado sob o Software Proteus® em ambiente Windows®. O Software Proteus® inclui tudo o que você precisa para realizar a medição e avaliação dos dados resultantes. Através da combinação de menus de fácil compreensão e de rotinas automatizadas, a ferramenta foi criada, que é extremamente amigável  e, ao mesmo tempo, permite uma análise muito sofisticada.O Proteus® está licenciado com o instrumento e pode, naturalmente, ser instalado em outros sistemas de computadores.

 As características padrão do software do Photo-DSC 204 F1 Phoenix® são as mesmas que as do DSC 204 F1 Phoenix®.

Recursos Adicionais do Photo-DSC 204 F1 Phoenix®:

  • A fonte de luz pode ser ativada através do software de medição Proteus® DSC (com DELOLUX04) bem como o ajuste do tempo de exposição e a intensidade controlada de luz (com S2000 OmniCure)
  • Impulso de exposição pode ser selecionado por segmento via check-box no programa de temperatura
  • Avaliação do calor eficaz de reação via deslocamento de tempo e curva de subtração

Você pode utilizar o seguinte software com este produto:

Proteus® SoftwareAdvanced Software


Acessórios

Acessórios

Para as medições acima da temperatura ambiente, pode-se utilizar uma boa relação custo-benefício para resfriamento: por ar comprimido, através do compressor ou por fornecimento central do laboratório.

Alternativamente, outro modo eficiente para resfriamento, pode-se utilizar um intracooler de circuito fechado que também está disponível e que trabalha entre -85 ° C e 600 ° C, garantindo assim a efetuação de um número de amostrasmais elevado.

Uma vasta gama de cadinhos (panelas) está disponível (alumínio, cobre, prata, platina) para a ótima adaptação do sistema para diversas aplicações e diversos materiais.

A caixa 3 em 1 (3in1 Box) vem exclusivamente com o cadinho Concavus® da NETZSCH. Isto oferece proteção abrangente durante transporte e armazenamento, permite a fácil retirada e possui um sistema de arquivamento único para os cadinhos, após a medição. 

O sistema DSC com um trocador de amostras automático pode manipular até 192 cadinhos/panelas distribuídos uniformemente em duas bandejas removíveis. Diferentes tipos de cadinhos/panelas são permitidos com até 8 mm de diâmetro e 8 mm de altura. Uma pinça de quatro agulhas manipula diferentes cadinhos usando a pressão de contacto apropriada para a panela escolhida. Para fins de calibração e correção, está disponível um setor fixo com 12 posições adicionais para cadinhos / panelas. Está disponível também o sistema de reconhecimento de cadinho/panela durante o movimento. Uma base de dados de cadinho / panela e tampa está ligada ao ASC. As bandejas de amostra são protegidas por uma tampa controlada automaticamente. Depois de fechar a tampa, o espaço acima das panelas de amostra é purgado por canais de gás de ramificação integrados na cobertura. A taxa de gás de purga está adaptada ao abrir e ao fechar da tampa. Para este fim, uma outra entrada de gás de purga está disponível apenas para utilização com o ASC. A função "remover tampa" é integrada para cobrir a amostra enquanto espera a sua vez de ser inserida na célula DSC. Alternativamente, um dispositivo de perfuração está, opcionalmente, disponível para perfurar a tampa antes da medição. O sistema DSC tem uma lixeira para descartar tampas e panelas não reutilizáveis. É possível arquivar as bandejas de microplacas (amostra de armazenamento). Para melhor identificação, as placas têm um número de série e um código 2D. A característica de identificação da bandeja está ligada a uma base de dados do cadinho / tampa.


Literatura

Literatura

Mídia Digital

Mídia Digital

Vídeo

NETZSCH Photo DSC 204 F1 Phoenix Differential Photocalorimeter

Transmissão pela internet

NETZSCH-Webinar Characterization of Photo-Curing Polymers
NETZSCH Webinar DEA Analysis of Polymers

Você também pode estar interessado em:

DSC 204 F1 Phoenix®

Grande sensitividade e resolução podem ser feitas com esse Calorímetro Exploratório Diferencial premium, o qual também conta com um amostrador automático (ASC), modulação de temperatura (TM-DSC), otimização da linha base (BeFlat®), correção da resistência térmica e constantes de tempo (DSC-correction) mesmo acoplado ao QMS e FTIR ou a uma extensão - UV para foto-calorímetro.

DSC 204 HP Phoenix® – DSC de alta-pressão

Experimentos de DSC com pressões selecionadas de gases, permitem novas possibilidades para o estudo de reações químicas, processos de vaporização (ASTM E1782), absorção e dessorção e estudo de envelhecimento (ASTM E1858, ASTM D6186, ASTM E2009, ASTM D5483). O DSC 204 HP Phoenix®, Calorímetro Exploratório Diferencial, é idealmente configurado para essas aplicações.

DSC 214 Polyma – Calorímetro Diferencial de Varredura

O DSC Polyma oferece uma poderosa solução exigida para tarefas de medições no dia a dia, em relação tanto ao hardware, quanto ao software. É fácil de operar, ao passo que ainda proporciona segurança absoluta, fazendo deste inovador instrumento DSC uma ferramenta ideal para pesquisas, desenvolvimento, garantia de qualidade e análise de falhas de materiais poliméricos.

DSC 3500 Sirius

O DSC 3500 Sirius combina compacidade, robustez e facilidade de uso com alta sensitividade de detecção, oferecendo assim condições ideais para a garantia da qualidade e análise de falhas em áreas como alimentos, cosméticos, polímeros, têxteis técnicos e materiais orgânicos e inorgânicos.