HMOR 422 D/3

HMOR 422 D/3

Aparelho para teste de MOR

Módulo de Ruptura (MOR) de refratários cerâmicos até 1500°C

O módulo de ruptura (MOR) é uma importante variável na caracterização de materiais refratários. A determinação da carga máxima a altas temperaturas é uma propriedade que, junto com outras propriedades termo físicas, é um parâmetro importante para o controle de qualidade e desenvolvimento de revestimentos de fornos.

O módulo de ruptura é definido como o máximo estresse uma peça de teste, retangular com dimensões específicas, pode resistir a um ensaio de torção em 3 pontos até romper, expresso em N/mm2 ou MPa.

O Padrão Internacional de Método de Análise é descrito na ISO 5013;
Dimensões da peça de teste: 150 mm x 25 mm x 25 mm.

Para a determinação do módulo de ruptura de refratários até a temperatura de 1500°C e carga máxima de 5000 N (60 N/mm2), a NETZSCH oferece o modelo 422 D/3. Este modelo é projetado para testes contínuos com um equipamento de torção de 3 pontos.
Com dispositivos opcionais para cargas e medições de deformações e/ou taxas constantes de deformação, informações adicionais sobre os limites de elasticidade e propagação de trincas em cerâmicas de testes, podem ser obtidas.

O modelo de módulo de ruptura 422 E/4 é usado para testar pequenas peças simples de teste de acordo com o método de carga de 4 pontos com uma distancia entre as bordas de apoio de 40 mm. Inserir a peça de análise é simplificado ao usuário pelo compartimento reservatório do forno (temperatura máxima de 1450°C). Esta unidade usa um sistema de medição diferencial como o que é usado pelo RUL/CIC 421 para a precisa determinação da análise da deformação da peça.

Dados Técnicos

Dados Técnicos

(sujeito a alterações)

  • Faixa de Temperatura:
    RT ...1500°C
    (1450°C para o HMOR 422 E/4)
  • Elementos de Aquecimento:
    SiC
  • Suporte de torção:
    SiC
  • Carga:
    De 1N a 5000 N
    (de 2.0 a 12.5 N/s, chaveável)
  • Faixa de medição de torção:
    10000 µm (2500 µm para o HMOR 422 E/4)
  • Medição de Temperatura:
    termopar tipo S
  • Dimensões de Amostra:
    150 mm x 25 mm x 25 mm
    (45 mm x 4.5 mm x 3.5 mm para o HMOR 422 E/4)
  • Modo de torção:
    3 pontos (4 pontos para o HMOR 422 E/4)
  • Atmosferas:
    ar, estático

The International Standard Test Method is described in ISO 5013;
test piece dimensions: 150 mm x 25 mm x 25 mm.

Software

Software

Ambos HMOR 422 D/3 e 422 E/4 rodam por meio do Software Proteus® no Windows®. O Software Proteus® contém todas as operações necessárias para executar as medições e, independente disso, para avaliação dos dados, em parte em MS EXCEL®. Por meio da combinação de menus fáceis de entender e rotinas automatizadas, uma ferramenta foi criada para ser extremamente fácil ao usuário e, ao mesmo tempo, permitir análises sofisticadas. O Software Proteus® está licenciado com o instrumento e, pode com certeza, ser instalado em outros computadores.

Características Análises HMOR:

  • Iniciar o aumento de carga - determinação da carga de ruptura
  • Armazenamento dos parâmetros de testes e resultados
  • Transferência ao MS EXCEL® para análises posteriores – apresentações gráficas e estatísticas
  • Determinação da deformação da peça de teste (com o dispositivo opcional para medições de carga e deformação)
  • Diagrama da deformação de acordo com a carga
  • Cálculo do módulo de ruptura

Você pode utilizar o seguinte software com este produto:

Proteus® Software

Acessórios

Acessórios

  • Vernier calipers para determinação das dimensões da peça, com entrada online no Software Proteus®
  • Discos de camada intermediária
Literatura

Literatura

Pôster

Você também pode estar interessado em:

RUL/CIC 421 - Aparelho para determinação de refratariedade sob carga

O RUL/CIC - Aparelho RUL/CIC 421 permite a determinação do ponto de deformação sob compressão e a fluência em compressão com um instrumento sem adaptação. Forno, dispositivo de carga, sistema de medição diferencial, controle e software são projetados para operação de longo prazo, de forma confiável e automatizada.

PCE 428 – Pyrometric Cone Equivalent

A determinação do ponto de fusão dos materiais refractários só é possível por meio de comparação indireta com o padrão de amolecimento de cones. No PCE 428, o cone pirométrico equivalente pode ser determinado visualmente até uma temperatura máxima de 1700 ° C.